Afinal quais são as verdadeiras causas dos tremores em Jacobina?

Afinal quais são as verdadeiras causas dos tremores em Jacobina?

De acordo as informações da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, às 11h37 da última sexta-feira (12), um novo tremor de terra de magnitude preliminar 2.1, foi registrado no município de Jacobina, no Piemonte da Chapada Diamantina. O abalo foi registrado pelas estações sismográficas operadas pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A estação mais próxima de Jacobina está localizada no município de Ponto Novo, distante cerca de 57 quilômetros. O último tremor registrado na região de Jacobina ocorreu no dia 03 de fevereiro, e teve sua magnitude preliminar calculada em 2.7, sendo inclusive escutado pelos moradores da região. Ainda não há informações se o tremor desta sexta foi escutado ou sentido pelos moradores das localidades próximas.

De acordo um artigo da CPRM/SGB – Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais/ Serviços geológicos do Brasil, do ano de 2017, a Serra de Jacobina compreende uma estrutura tectônica de 220 KM e apresenta diversas falhas a exemplo das falhas de Mairi, falha de Itaitu, falha de Pindobaçu, falha de Maravilha e falha de Jacobina. A Serra de Jacobina compreende diversos municípios dentre os tais, Pindobaçu, Saúde, Caém, Jacobina estendendo-se até o município de Mundo Novo e ao sul até o município de Mairi

Segue abaixo link do artigo
http://cbg2017anais.siteoficial.ws/st07/5950.pdf

Da Redação – Informa Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *