Prefeito de Caém e Coordenadora da BahiaTer buscam avanços para a agricultura

Prefeito de Caém e  Coordenadora da BahiaTer buscam avanços para a agricultura

O Prefeito do município de Caém, Arnaldo Oliveira (Arnaldinho) recebeu a visita da nova Coordenadora do escritório regional da Bahia Ter, Daiane Pereira. Na ocasião foi possível para ambos vislumbrarem um novo momento para o segmento agrícola em nossa região.

Segundo Daiane, o encontro serviu para entender as principais demandas neste momento , e juntos elaborarem um plano de ação a ser efetivado por meio de parceria entre a prefeitura d e órgão estatal. “Foi um momento muito proveitoso, para melhor compreensão do que pode ser feito, além do prefeito Arnaldinho, o secretário da agricultura Rafael Muricy e o nosso técnico Eduardo também estiveram presentes. Nossa expectativa é que a relação entre prefeituras e a Bahia Ter seja uma via de mão dupla, afinal temos muito a oferecer, portanto vamos estreitar laços com o consórcio regional, para que a nossa região volte a ser destaque em desenvolvimento e economia no campo”, contou Daiane.

Arnaldo Oliveira é um gestor experiente, que conhece tanto o setor público quanto o privado, entendendo que o fortalecimento da agricultura familiar significa que a economia local seguirá fortalecida. “Queremos parabenizar nossa nova Coordenadora Daiane, que vem de um município que também é vocacionado para a agricultura, que tem exemplos de sucesso como é o caso da COOPAG e Bahia Frut, tem a cultura do sisal como principal fonte de renda de inúmeras famílias, bem como os plantios por meio da irrigação. Caém depende sim de que fortaleçamos a agricultura familiar, firmando parcerias com as associações, e a prefeitura está pronta para subsidiar o pequeno produtor rural com orientações, poisl estamos falando de homens e mulheres de bem, que precisam colocar a comida na mesa, e estamos convictos c que o papel da Bahia Ter na elaboração de projetos e aplicação de recursos por meio dos programas já estabelecidos pelo governo do estado funcionarão, justamente por termos à frente do escritório regional alguém que entende do fator social, alguém que sabe da luta do homem do campo” contou Oliveira.

INFORMA SERTÃO/ Clayton Luz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *