Jacobina será o município piloto para projetos agroecológicos

Jacobina será o município piloto para projetos agroecológicos

Encontro com representantes das organizações que compõem a Articulação de Agroecologia na Bahia (AABA) discutiu nesta quinta-feira (20) o projeto Agroecologia nos Municípios, uma iniciativa da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), que tem como objetivo PROMOVER, APOIAR E SISTEMATIZAR as experiências e processos de transição agroecológica nos municípios, para que possam inspirar outras prefeituras e câmaras de vereadores.

Na Bahia, Jacobina foi escolhido como município piloto para criação e aprimoramento de políticas públicas, programas, projetos, leis e experiências locais importantes de apoio à agricultura familiar e à segurança alimentar e nutricional no campo e na cidade.

Com a ação, a ANA pretende criar uma Rede de Municípios Agroecológicos que defendem e implementem Políticas de Futuro e em defesa da vida.
Durante a campanha eleitoral 2020, o prefeito eleito Tiago Dias (PCdoB), assinou a carta-compromisso da campanha Agroecologia nas Eleições da ANA, que elenca 36 propostas de políticas de apoio à Agricultura Familiar, à Agroecologia e de promoção da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional.
Dentre as propostas estão: Comercialização, circuitos curtos e compras institucionais; Inclusão produtiva com segurança sanitária; Infraestruturas nas áreas rurais; Reforma agrária e direitos territoriais de povos indígenas e comunidades tradicionais; Sementes, biodiversidade, águas e meio ambiente; Cultura e comunicação; Resíduos sólidos e compostagem; Agricultura urbana; Práticas integrativas e complementares no SUS; Assistência técnica e extensão rural; Apoio à produção e organização e enfrentamento à violência contra as mulheres; Educação contextualizada e juventudes; Controle e restrição de atividades que geram impactos negativos ao meio ambiente.

A Cofaspi é uma das entidades mobilizadoras destes processos de transição agroecológica no município de Jacobina e região e também está apoiando o projeto, mediando o diálogo com a gestão municipal e demais organizações da sociedade civil que integram a AABA.

Fonte: Comunicação AABA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *