Negócios: Ele começou aos 11 anos de idade e construiu uma história de sucesso

Negócios: Ele começou aos 11 anos de idade e construiu uma história de sucesso

Precocidade, proatividade e independência são marcas fortes desse empreendedor – que com apenas 14 anos de idade decidiu morar sozinho

Por Tamara Leal

Jacobina – Julio Anderson Oliveira, 35 nos, é o proprietário da Imobiliária Ouro Móveis. Mas essa história não começa aqui. O que hoje é uma trajetória de sucesso, com uma extraordinária rede de contatos, teve início quando Julio tinha apenas 11 anos de idade e começou a prestar serviços na empresa dos pais, a Trans Moto Som, que vende peças para veículos. Nascia ali um empreendedor vitorioso.

Sempre de olho em oportunidades, o relacionamento social selecionado em mais de duas décadas de trabalho possibilitou a sua entrada no ramo imobiliário. Empreendedor nato, o jovem empresário tem uma excelente visão de futuro, possui muita credibilidade e é referência na área em que atua na cidade e na região de Jacobina, Centro-Norte baiano.
Dos tempos em que atuou na empresa dos pais, Julio Oliveira conta “trabalhava em um turno e no outro estudava. Até os meus 18 anos desempenhei serviços de rotinas administrativas, uma espécie de office boy. Mas também trabalhava no balcão com atendimento e vendas”, relembra.

Precocidade, proatividade e independência são marcas fortes desse empreendedor – que com apenas 14 anos de idade decidiu morar sozinho. Cinco anos depois recebeu do seu pai a incumbência de gerenciar a empresa da família, o que fez por sete anos.
Durante o tempo em que trabalhou na Trans Moto Som, dos 11 aos 26 anos de idade, Julio Oliveira adquiriu experiência, conheceu o mercado local e viu crescer, dia após dia, o gosto e a vocação pela área de vendas. E então, em 2010, veio a “virada de chave”: iniciou a venda de terrenos. Era a entrada no Mercado Imobiliário, onde Julio se identificou de vez.

Oportunidade

“Comecei a vender terreno de amigos e conhecidos para pessoas do meu círculo de convivência. Vendia, ganhava a comissão e isso me despertou para o segmento. Eu já tinha facilidade com vendas”, conta. Julio ressalta que sua mãe “fala que quando pequeno eu gostava de negociar, pegava meus brinquedos e trocava com um amigo… Sempre gostei de negociação, nasci com este perfil e o desenvolvi desde muito novo”.

Em 2013 um amigo pessoal observou o perfil de Julio Oliveira para vendas e o convidou para, juntos, adquirirem um terreno com o objetivo de revender. “Olhamos o terreno e decidimos comprá-lo”, relembra o empresário.
“Resolvemos criar um loteamento, convidamos mais dois amigos para fazer parte do negócio, e iniciamos o empreendimento. Estudamos a área, elaboramos uma planta, pesquisamos o mercado e, com 15 dias começamos as vendas”, conta Julio. Ele confessa que antes da aquisição não imaginava que era preciso estudar, planejar – e só depois executar o projeto. Mas mesmo de forma amadora acabou dando certo.

“O nosso primeiro empreendimento, Vilas de Itaitu, ainda que tropeçando no amadorismo, impactou Jacobina, que não tinha costume com loteamentos. Fizemos um excelente marketing e em 30 dias vendemos 112 terrenos… Daí tive a necessidade de abrir um escritório para atender os clientes do Vilas de Itaitu – o que fez surgir a Ouro Imóveis”, explica.
Se a entrada no Mercado Imobiliário se deu pela rede de contatos/amizade, a permanência, o crescimento e a credibilidade se devem graças ao trabalho, estudos, experiência adquirida e garantia de segurança nas transações. “Os órgãos responsáveis pela fiscalização de corretores estiveram no meu escritório e eu nem sabia que para atuar precisava do registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI). Mesmo sendo um dos donos do loteamento eu não podia negociar diretamente com o comprador. Vender sem o registro é crime federal. Fui notificado e aconselhado, caso quisesse seguir, a fazer um curso”.

Julio buscou um curso em Salvador e durante dois anos se dedicou ao conhecimento técnico do mercado imobiliário. Em 2015, formado e apto a desempenhar a profissão, se desligou definitivamente da Trans Moto Som e passou a se dedicar, integralmente, à Imobiliária Ouro Móveis.

“Entrei no momento certo. O mercado estava carente e as minhas boas relações ajudaram no início desta trajetória. Depois do Vilas de Itaitu veio o Village Encantos de Itaitu, mais um empreendimento em parceria com os três amigos. Muitos falaram que a gente havia enlouquecido, mas deu muito certo”, garante.
Outros empreendimentos vieram, a exemplo do Jardins, próximo à Cachoeira do Véu de Noiva, e aliada aos serviços e produtos próprios surgiu a demanda de clientes que buscam a Ouro Imóveis para avaliar, prestar consultoria, vender e/ou alugar os seus imóveis.

Referência no mercado imobiliário, a Ouro Imóveis segue com novos parceiros, novos empreendimentos – mas sempre focada na honestidade e na segurança das suas transações.
“Hoje a minha cartela de clientes é composta por investidores que confiam no meu trabalho, clientes que são proprietários de um ou mais imóveis, outros que buscam imóveis para alugar e comprar – mas todos têm um objetivo comum: fazer um negócio seguro e transparente”, finaliza Julio.

Para saber mais sobre os projetos do Julio Oliveira e da Ouro Imóveis siga o instagram: @ouro_imoveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *