Há 01 ano a Casa do Pão dá sabor aos fins de tarde em Jacobina

Há 01 ano a Casa do Pão dá sabor aos fins de tarde em Jacobina

Dia 21 de Dezembro de 2020, abria as portas de mais um negócio promissor na cidade do ouro. Com a proposta de panificadora express a Casa do Pão surgiu e consolidou -se em menos de um ano. O empreendimento das jovens empresárias Mariana Moraes e Daniela Pinho, têm diferenciais que precisam ser levados em consideração, afinal, elas enfrentaram o desafio de iniciar algo em meio à maior crise de saúde do mundo, dentro de um período em que as taxas de desemprego ainda são elevadas e investindo em um produto que poderia ser encontrado em diversos lugares.

“Não é fácil empreender em tempos difíceis, mas este desafio nos deu maturidade, apostamos em algo simples, porém com a nossa cara e com um ambiente pequeno e aconchegante” citou Mariana.

A Casa do Pão também preencheu lacunas e certamente que a dupla de cunhadas observou o aspecto da região em que a padaria está instalada.

“Evidentemente que o aspecto localização é fundamental para quem quer iniciar um negócio, nós temos o privilégio de estar em uma área de convergência entre os bairros da Missão, Caeira, Félix Tomaz e o centro da cidade, mas também temos a concorrência de estabelecimentos que já existem há muitos anos” relatou Daniela.

Ao analisarmos todo o contexto exposto por Moraes e Pinho, verificamos que tornou-se comum a disputa do público pela Casa do Pão com destaques à possibilidade de ter o pão francês ou pão de sal manual ou cilindrado, o famoso pão de batata, o pão de mandioquinha, o bolo de milho e de aipim, além de um requeijão delicioso às segundas quartas e sextas-feiras. De acordo algo que é comentado pela clientela está também o fator durabilidade da qualidade dos pães que variam de 3 a 6 dias sem perda da maciez. Salientamos que a Casa do Pão ao longo destes 12 meses aumentou sua equipe de trabalho, distribui seus produtos no mercado local.

Parabéns à Casa do Pão por seu primeiro ano, e que tenha longevidade em dar um gostinho saboroso à nossa Jacobina.

INFORMA SERTÃO/ Clayton Luz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.